DRs JAIR e ITAMAR 3

 

 

Depois de uma ação rápida do SAMU, um rapaz de 29 anos chegou na noite de domingo (17/06) no Pronto Socorro da Santa Casa de Jahu, por volta das 21:30h, após de ter sido esfaqueado na região do coração. Chegando ao PS o paciente foi recebido com protocolo de trauma e foi submetido a uma cirurgia de urgência pelos médicos cirurgiões Jair dos Santos Júnior e Itamar Neves Epifanio, que durou cerca de 2 horas.

 

Uma série de fatores, que incluem a precisão no socorro inicial e a rapidez no diagnóstico e na cirurgia, fez com que o homem, que teve o coração perfurado por uma faca, escapasse da morte, e sem sequelas. Segundo o cirurgião torácico Jair dos Santos Júnior, o homem deu entrada no PS da Santa Casa na noite de domingo, com uma perfuração de cerca de três centímetros no mamilo, na altura do coração. No trajeto, ele foi estabilizado pela equipe da Unidade de Suporte Avançado do Samu, recebendo soro na veia e oxigenação.

 

Após a cirurgia de urgência, o paciente foi levado para a UTI para se recuperar e, no dia seguinte, já estava consciente, comendo e andando. "O que chamou a atenção é que 90% dos pacientes que sofrem este tipo de acidente morrem no local, no transporte ou no atendimento no hospital. Ele teve muita sorte de chegar aqui vivo e ser operado rapidamente", afirmou o Dr. Jair.

 

De acordo com o cirurgião torácico, o sucesso no procedimento que salvou a vida do paciente deve-se a um conjunto de fatores, que inclui a qualidade da estrutura e dos profissionais da Santa Casa de Jaú. "O principal foi a velocidade com que as coisas foram feitas. Ele chegou rápido, foi atendido rápido no Pronto-Socorro, foi feito o diagnóstico rápido na tomografia, ele já saiu da sala de tomografia para o centro cirúrgico, a equipe já estava aguardando e ele foi operado imediatamente", disse.

 

 

 

capa info 86